Make your own free website on Tripod.com

Meus artigos

Congresso da sobriedade

Principal
Vida sim, drogas não
Escolha a vida
Pastoral da sobriedade
A família diante das drogas
As drogas
Drogas, ou liberdade
Pastoral da sobriedade
Por onde começar
Congresso da sobriedade
Drogas, o que fazer
Meu amigo usa drogas
Fontes de prevenção
Maconha
Prevenção ao uso de drogas

Congresso da Sobriedade

 

A Pastoral da Sobriedade é a ação concreta da Igreja Católica frente ao flagelo das drogas. Todos juntos, pela vida, buscando a sobriedade, através da pedagogia de Jesus Libertador, queremos resgatar e reinserir na sociedade os excluídos, propondo uma mudança de vida. Seu objetivo principal é a prevenção - evitar que se percam as ovelhas -, a intervenção e a recuperação da dependência química, atuando em cinco frentes: prevenção, intervenção, recuperação, reinserção social e atuação política.

Realizou-se em Curitiba, nos dias 6 a 8 de abril último o I Congresso Sul Brasileiro da Pastoral da Sobriedade, reunindo lideranças das 45 dioceses que compõem os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além de alguns representantes de São Paulo e Minas Gerais. A programação faz parte das atividades programadas pela Comissão Nacional da Pastoral da Sobriedade para o período da Campanha da Fraternidade de 2001, cujo lema é: Vida sim, drogas não!

O evento, que contou com a participação de cerca de 450 congressistas, ocorreu na Aldeia Franciscana, na localidade de Rondinha, em Campo Largo, na Grande Curitiba, sendo preparado e coordenado pela Pastoral da Sobriedade da Arquidiocese de Curitiba, que é comandada pelo Padre João Ceconello.

Após sua criação em abril de 1998, a Pastoral da Sobriedade já realizou dois congressos nacionais, um em Guaratinguetá, na Fazenda da Esperança, em 1999 e outro em Arujá, em 2000, ambos no Estado de São Paulo. Em 2001 a programação foi regionalizada. Já aconteceram os congressos da Região Norte, em Ji Paraná (RO), Região Nordeste, em Garanhuns (PE), Região Centro Oeste, em Goiania (GO) e agora o da Região Sul em Curitiba. O I Congresso da Região Sudeste acontecerá em Belo Horizonte (MG) nos próximos dias 15 e 16 de junho.

Reunidos em nome de Cristo, os participantes do I Congresso Sul Brasileiro da Pastoral da Sobriedade foram assistidos e iluminados pelo Espírito Santo que esteve presente em todos os momentos do encontro. Cumpriram-se assim as palavras do Evangelho: "Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou no meio deles" (Mt 18,20).

Prestigiaram o evento Dom Irineu Danelon, bispo de Lins (SP) e responsável pela Pastoral da Sobriedade junto a CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Pedro Antônio Marchetti Fedalto, Arcebispo de Curitiba, Dom Ladislau Biernaski e Dom Moacyr José Vitti, Bispos Auxiliares de Curitiba (PR) e Dom Fernando José Penteado, Bispo de Jacarezinho (PR).

O Governo Federal se fez representar pelo Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional General Alberto Mendes Cardoso que fez um lindo pronunciamento na abertura defendendo a família como baluarte da sociedade. General Cardoso também agradeceu a oportunidade de participar de uma ação de tão grande alcance como a promovida pela Igreja. Dom Irineu agradeceu a participação e disse que, apesar de estarmos com o dono do mundo, do qual somos filhos, a participação do general é bem vinda.

Entre os palestrantes contamos com Pe. Haroldo Rahm, das Fazendas do Senhor Jesus, Frei Hans Stapel, das Fazendas da Esperança, Fradão, das Comunidades Casa Esperança e Vida, Pe. João Ceconello, da Pastoral da Sobriedade da Aquidiocese de Curitiba e muitos outros. Com o intuito de firmar parceria com os governos, foram abertos espaços também para a SENAD - Secretaria Nacional Antidrogas e CONEN - Conselho Estadual de Entorpecentes do Paraná.

Com a realização de mais este Congresso a Pastoral da Sobriedade dá mais um importante passo na sua implantação em todo o território brasileiro. Pudemos constatar que, na quase totalidade das Paróquias, já existem iniciativas concretas para a implantação da Pastoral da Sobriedade. Além de contarem com muitos grupos de auto-ajuda, em muitos lugares já existem iniciativas de implantação de comunidades terapêuticas. Precisamos multiplicar as iniciativas no campo da prevenção, nas famílias, nas paróquias, nas escolas, nas empresas, enfim em toda a sociedade.

Além dos conteúdos específicos sobre prevenção, intervenção, recuperação, reintegração social, atuação política e preparação de agentes da Pastoral, o encontro foi realizado com intenso conteúdo de espiritualidade e celebração da eucaristia, numa vivência do Evangelho acentuada pela fraternidade e oração.

Sobre a atuação política, foi feito veemente apelo ao Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional no sentido de preservar as comunidades terapêuticas, onde o conteúdo espiritual aplicado no tratamento é fundamental, visto que, através da vigilância sanitária começam a surgir problemas. A criação dos COMAD's - Conselhos Municipais Antidrogas, também foi incentivada como, aliás já constava no agir da Campanha da Fraternidade.

Ao final do Congresso, os participantes se dirigiram ao centro da cidade de Curitiba onde participaram de uma Caminhada pela Vida, com a participação de toda a comunidade paranaense.

Os próximos passos programados pela Pastoral da Sobriedade prevêem a realização de Congressos Estaduais em todas as capitais. Isto deverá acontecer no segundo semestre ainda neste ano.

Publicado no jornal:

Consciência 2000

Florianópolis (SC)

 

Fale comigo

Nilo Momm